22/04/2024

‘Perdeu, mané’, ‘derrotamos o bolsonarismo’ e mais: Relembre frases polêmicas de Barroso

Nos últimos anos, novo presidente do Supremo Tribunal Federal se envolveu em ao menos mais quatro episódios controversos

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), assumiu a presidência da Corte nesta quinta-feira, 28. Ele vai substituir a atual presidente, ministra Rosa Weber, que se aposenta na próxima segunda-feira, 2, na véspera de completar 75 anos – idade que marca a aposentadoria compulsória dos magistrados. Membro do Tribunal desde 2013, quando foi indicado pela então presidente Dilma Rousseff (PT), o magistrado é lembrado como um jurista de visões liberais, progressistas e também como um dos principais defensores da Lava Jato, mas também conhecido por polêmicas e declarações públicas. A mais recente aconteceu em junho deste ano, durante evento da União Nacional dos Estudantes (Une). Em seu discurso, o magistrado disse à plateia, sob vaias, que “derrotamos o bolsonarismo”. A frase repercutiu negativamente, o que levou o ministro a se manifestar dizendo que não teve a intenção de ofender os eleitores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Parlamentares da oposição reagiram e anunciaram que pretendem apresentar um pedido de impeachment contra o integrante da Suprema Corte. Essa não é a primeira polêmica em que o magistrado se envolve. “Perdeu, mané, não amola”, “Brasil tem déficit imenso de civilidade”, “Conhecereis a mentira e a mentira te aprisionará” e “Você é uma pessoa horrível, com pitadas de psicopatia” estão entre as frases polêmicas ditas pelo ministro do STF nos últimos anos. Confira as falas e frases polêmicas do ministros Luís Roberto Barroso do STF:

  • “Perdeu, mané, não amola”

Após o último pleito, que decretou a vitória do Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Barroso foi abordado por apoiadores de Bolsonaro em Nova York. Os apoiadores do ex-presidente questionavam o código-fonte da urna eletrônica. Na ocasião, Bolsonaro fazia questionamentos sobre o processo eleitoral. O ministro respondeu “perdeu, mané, não amola”. A frase gerou grande repercussão, e líderes favoráveis ao ex-presidente criticaram o magistrado, que se retratou dias depois.

  • “Um déficit imenso de civilidade”

Em junho do mesmo ano, uma mulher chamou Barroso de mentiroso durante uma palestra no “Brazil Forum UK”, em Oxford, na Inglaterra. A mulher reagiu após o ministro dizer que precisou ‘impedir o abominável retrocesso que seria a volta ao voto impresso com contagem pública manual”. Segundo ele, a prática foi chamada por ele de “o caminho para a fraude”. A mulher, então, interrompeu a fala de Barroso, dizendo que “ninguém falou em contagem manual”. Ele sugeriu que ela entrasse na internet para verificar a defesa do voto impresso e manual, uma das bandeiras de Bolsonaro e de sua base. A mulher insistiu em dizer que a fala do ministro era mentirosa e ganhou o apoio de ao menos uma pessoa que também estava na plateia do evento. “O pensamento conservador, que é legítimo, foi capturado pela grosseria”, disse o magistrado. “É um dos problemas que enfrentamos no país, um déficit imenso de civilidade. É preciso trabalhar com a verdade”.

  • “Conhecerás a mentira e a mentira te aprisionará”

Em uma sessão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em 2021, o ministro comentou sobre os questionamentos do ex-presidente ao Judiciário sobre a higidez das urnas eletrônicas. Na ocasião, Barroso era o presidente da Corte Eleitoral. O magistrado, então, fez uma referência ao versículo bíblico, bastante utilizado por Bolsonaro e seus apoiadores: “Conhecereis a verdade e a verdade os libertará”. “O slogan para o momento brasileiro, ao contrário do propalado, parece ser: ‘Conhecerás a mentira e a mentira te aprisionará’”, declarou Barroso.

  • “Você é uma pessoa horrível, com pitadas de psicopatia”

Em 2018, Barroso bateu-boca com o ministro Gilmar Mendes durante uma sessão no STF. Na ocasião, os magistrados analisavam sobre doações ocultas de campanhas, ajuizada pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Durante a discussão, o magistrado classificou Gilmar Mendes como uma “pessoa horrível, com traços de psicopatia”. O polêmico comentário ocorreu após Mendes cutucar o colega indiretamente ao afirmar que há ministros que se sentem “iluminados” e ter dito que agora vão dar uma de “esperto” e conseguir uma decisão sobre aborto, se referindo a uma decisão tomada pela pela Primeira Turma do Supremo, que permitiu descriminalizar o aborto nos 3 primeiros meses de gravidez, a partir do voto de Barroso, que foi relator do caso. “Deixe-me de fora desse mau sentimento, você é uma pessoa horrível, mistura do mal com o atraso, com pitadas de psicopatia. Isso não tem nada a ver com o que foi julgado. É um absurdo Vossa Excelência aqui fazer um discurso cheio de ofensas, grosserias. Vossa Excelência não consegue articular um argumento, fica procurando ofender, já ofendeu a presidente, já ofendeu o ministro Fux, agora chegou a mim”, afirmou Barroso à época.

 

 

Fonte: JovemPanNews / Home

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Lira pretende criar grupo de trabalho para limitar ações do STF
Lira pretende criar grupo de trabalho para limitar ações do STF.
Comissão dos EUA diz que Moraes “censura” oposição ao governo Lula
Comissão dos EUA diz que Moraes “censura” oposição ao governo Lula.
Senado aprova em primeiro turno PEC que criminaliza porte e posse de drogas
Senado aprova em primeiro turno PEC que criminaliza porte e posse de drogas
Em reação ao governo, Lira avalia abrir CPIs e pautar PL anti-MST
Em reação ao governo, Lira avalia abrir CPIs e pautar PL anti-MST
Governo bate cabeça para fechar acordo sobre veto de Lula a emendas
Governo bate cabeça para fechar acordo sobre veto de Lula a emendas.
Rodrigo Pacheco, seus acertos, omissões e intromissões
Rodrigo Pacheco, seus acertos, omissões e intromissões.
Divergências na relação com o Planalto: Lira e Pacheco seguem caminhos distintos na disputa pela sucessão no Senado e na Câmara
Divergências na relação com o Planalto: Lira e Pacheco seguem caminhos distintos na disputa pela sucessão no Senado e na Câmara
Câmara deve revogar futuras prisões de deputados expedidas pelo STF
Câmara deve revogar futuras prisões de deputados expedidas pelo STF.
"Nós vamos chegar lá", diz Beto Simonetti ao ouvir "fora, Xandão"
"Nós vamos chegar lá", diz Beto Simonetti ao ouvir "fora, Xandão"
"Incompetente": Lira ataca Padilha e abre nova crise com governo
"Incompetente": Lira ataca Padilha e abre nova crise com governo
Musk diz que X recebeu questionamentos da Câmara dos EUA sobre ações no Brasil
Musk diz que X recebeu questionamentos da Câmara dos EUA sobre ações no Brasil
Senador discursa em inglês no plenário a favor de Elon Musk
Senador discursa em inglês no plenário a favor de Elon Musk.

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.