27/05/2024

Policiais militares e bombeiros do Distrito Federal: o governo indica a proposição de um projeto para reiniciar o auxílio.

O governo está programando uma nova reunião com a bancada do DF para discutir os detalhes do projeto proposto pelo governo federal, conforme informações do deputado.

O deputado federal Gilvan Máximo afirmou que a equipe de Lula se comprometeu a abordar o assunto com a bancada do Distrito Federal.

Após o veto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao auxílio-moradia para policiais militares e bombeiros do Distrito Federal, o deputado federal Gilvan Máximo (Republicanos-DF), relator do projeto de lei que garantiu o reajuste de 18% para as forças de segurança do DF, se reuniu com o presidente para destacar os sérios impactos na vida dos mais de 17 mil policiais e bombeiros em atividade na capital do país.

“Apontei ao presidente, que demonstra grande sensibilidade às dificuldades das famílias brasileiras, que esse veto poderia resultar em uma redução de 15% a 20% nos salários de duas corporações com um déficit de pessoal muito elevado. Não é justo diminuir a remuneração daqueles que, atualmente, desempenham suas funções literalmente por dois”, enfatizou.

Segundo o parlamentar, em resposta, o ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, ligou para o deputado a pedido do presidente Lula, indicando que será encaminhado ao Congresso Nacional um projeto para assegurar que bombeiros e policiais militares não sofram perdas salariais.

O governo está programando uma nova reunião com a bancada do DF para discutir os detalhes do projeto proposto pelo governo federal, conforme informações do deputado.

O auxílio-moradia para policiais e bombeiros militares do Distrito Federal foi concedido em 2014 pelo então governador Agnelo Queiroz (PT/DF) para compensar a defasagem salarial desses profissionais em relação aos demais servidores da segurança pública. Financiado pelo Fundo Constitucional do DF, esse benefício representa atualmente de 15% a 20% da remuneração dos militares do DF, que já enfrentam desafios devido à inflação e ao elevado custo de vida na capital federal.

Conforme o parlamentar, o auxílio já é pago aos PMs e bombeiros do Distrito Federal com base no Decreto Distrital nº 35.181, de 18 de fevereiro de 2014, e é financiado pela União no Fundo Constitucional do Distrito Federal (FCDF), tornando inviável o veto a um benefício que não implica em aumento de despesas.

Bombeiros:

•             6.300 bombeiros em serviço

•             7 mil bombeiros na reserva

•             Déficit de 3.173 bombeiros. O DF necessita de um quadro de 9.473 bombeiros.

•             O número total de pessoas afetadas, incluindo agentes e suas famílias, seria de 30 mil.

Polícia Militar:

•             10.859 PMs em serviço

•             Déficit de 7.800 PMs. O DF precisa de um quadro com 18.659 policiais militares.

•             O déficit é de 41%

•             O número total de pessoas afetadas, incluindo agentes e suas famílias, seria de 80 mil.

Tribuna Livre, com informações da Ascom do deputado Federal Gilvan Máximo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
DF 3Política distrital vai tratar de prevenção e enfrentamento de desaparecimento de pessoas
Política distrital vai tratar de prevenção e enfrentamento de desaparecimento de pessoas
Programa Cidadania nas Escolas certifica 395 estudantes de escolas do Itapoã
Programa Cidadania nas Escolas certifica 395 estudantes de escolas do Itapoã
DF 1DF amplia malha cicloviária e chega a 687 quilômetros de pistas
DF amplia malha cicloviária e chega a 687 quilômetros de pistas
DF 4Intervenções no trânsito do fim de semana em Vicente Pires, Ceilândia e Guará
Intervenções no trânsito do fim de semana em Vicente Pires, Ceilândia e Guará
DF 3Reforma de pontes sobre o Córrego Guará começa neste sábado (25)
Reforma de pontes sobre o Córrego Guará começa neste sábado (25)
DF 2Atletas mirins dos centros olímpicos visitam octógono do Jungle Fight 126
Atletas mirins dos centros olímpicos visitam octógono do Jungle Fight 126
DF 1Agro do Quadrado: Produção de grãos no DF cresce com qualidade no DNA
Agro do Quadrado: Produção de grãos no DF cresce com qualidade no DNA
DF 4Escritura pública de concessão de uso é entregue ao clube da Adepol
Escritura pública de concessão de uso é entregue ao clube da Adepol
DF 3Programa Cartão Prato Cheio vai além da segurança alimentar e nutricional
Programa Cartão Prato Cheio vai além da segurança alimentar e nutricional
DF 2GDF monitora execução do Plano Plurianual 2024-2027
GDF monitora execução do Plano Plurianual 2024-2027
DF 1Rede pública de saúde do DF aumenta número de leitos pediátricos e de ambulâncias
Rede pública de saúde do DF aumenta número de leitos pediátricos e de ambulâncias
DF 4Últimos dias de inscrição para a primeira turma dos cursos de corte, costura e serigrafia
Últimos dias de inscrição para a primeira turma dos cursos de corte, costura e serigrafia

DF amplia malha cicloviária e chega a 687 quilômetros de pistas

‌Desde 2019, foram construídos 220,52 km; capital tem a segundo maior conjunto de vias para ciclistas no país. GDF trabalha para interligar trechos e aumentar a mobilidade da população A malha cicloviária do Distrito Federal tem aumentado nos últimos anos. Atualmente, ela tem uma extensão de 687,12 km, distribuída em

Leia mais...

Marinhas do Brasil e dos EUA realizam operação em apoio ao RS

Operação tem como objetivo transferir doações para as vítimas das enchentes no estado de maneira mais ágil A Marinha do Brasil (MB) conduz, na próxima segunda-feira (27/5), uma operação de apoio à população do Rio Grande do Sul em meio à situação de calamidade pública causada pelas enchentes. A ação

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.