19/06/2024

Bolsonaro ironiza caso das joias: “Continuo aqui com meu reloginho”

 Recém-chegado ao Brasil, Jair Bolsonaro tentou se explicar
sobre o presente milionário que recebeu do governo da Arábia Saudita


O ex-presidente da República Jair Bolsonaro (PL) se
pronunciou sobre os estojos de joias que recebeu da Arábia Saudita, nesta
quinta-feira (30/3), e justificou o presente como uma prática comum dos
governos do Golfo Pérsico, porque “eles são riquíssimos”. Em entrevista na sede
do PL, após chegada a Brasília, Bolsonaro tentou minimizar o caso.

“A rainha da Inglaterra ganhou R$ 50 milhões. Eles [reino
da Arábia Saudita] têm dinheiro, pô. É o prazer deles dar o presente […] Ele
tem coisas que nós não temos: três esposas, por exemplo. Eles são muito bem
sucedidos. São riquíssimos, e eles procuram agradar as pessoas. Mas sou um cara
que continuo com o meu reloginho aqui, [apontou para o relógio comum], graças a
Deus, estou satisfeito com ele”.

As declarações foram dadas em entrevista logo após a
chegada a Brasília, nesta quinta-feira (30/3), depois de passar três meses nos
Estados Unidos.

“Eu, toda vida tentando recuperar o outro conjunto da
Michelle por ofício, não foi na mão grande. Não sei porque essa onda toda. Se
estão achando isso como algo que fiz errado, eu fico até feliz, porque não tem
do que me acusar […] Se eu quisesse camuflar isso aí, jamais descobririam isso
aí”, afirmou Bolsonaro.

O Estado de S. Paulo revelou, no início do mês, que a
comitiva do ex-presidente tentou entrar no Brasil sem declarar as peças à
Receita Federal.

Bolsonaro não detalhou essa situação e disse apenas que
ele e a esposa, Michelle Bolsonaro, ficaram sabendo pela imprensa sobre a
apreensão das joias na alfândega.

Volta ao Brasil

O ex-presidente Jair Bolsonaro desembarcou no Aeroporto
Internacional de Brasília, por volta das 7h, e seguiu sem falar com apoiadores
até evento fechado nesta quinta-feira (30/3) na sede do Partido Liberal, em
Brasília, organizado por aliados e dirigentes da sigla.

Bolsonaro saiu do Brasil em 30 de dezembro do ano
passado, às vésperas da cerimônia de posse de Lula — sem, portanto, passar a
faixa presidencial para o sucessor. Ele chegou aos EUA na noite daquela data.
Dias antes, havia anunciado que viajaria para Orlando e, lá, passaria por um
“período sabático”, com o fim do mandato.

O ex-chefe do Executivo retorna ao país com um cenário
judicial complexo a encarar. É investigado pelo caso das joias sauditas, por
suposta incitação aos atos golpistas de 8 de janeiro e alvo de 16 ações que
podem torná-lo inelegível no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Ministro Barroso afirma que a alternância de poder é uma parte essencial da vida.
Ministro Barroso afirma que a alternância de poder é uma parte essencial da vida.
Lula busca sintonia com Lira para tocar acordos
Lula busca sintonia com Lira para tocar acordos
Decisão do STF contra réus do 8/1 é criticada por dupla punição e deve ser alvo de recursos
Decisão do STF contra réus do 8/1 é criticada por dupla punição e deve ser alvo de recursos
TCU pede informações ao governo sobre ações de combate a fraudes em compras internacionais
TCU pede informações ao governo sobre ações de combate a fraudes em compras internacionais
MARCO TEMPORAL
Marco temporal: a histórica vitória dos indígenas no Supremo
DINO
Lula é alertado sobre uma consequência negativa de indicar Dino ao STF
LULA
Lira alerta que governo deve ter cuidados com "excessos" da PF
LULA
Presidente Lula participa de jantar com empresários em Nova York
CONGRESSO
Candidaturas de mulheres e negros sob ataque em propostas no Congresso
voo
Lula vai para Cuba e Estados Unidos, e passa Presidência a Alckmin
RODRIGO
Senado vai apresentar PEC para criminalizar porte de drogas
XANDE
8/1: Defesa de acusado diz que julgamento é político; Moraes rebate

Defesa Civil do RS divulga balanço após chuvas recentes

No total, entre sexta-feira e hoje (18/6), 22 municípios gaúchos reportaram danos em razão de alagamentos no estado Entre sexta-feira passada e hoje (18/6), 22 municípios gaúchos enfrentaram alagamentos, inundações e deslizamentos de terra, conforme relatório da Defesa Civil estadual. São Luiz Gonzaga foi uma das cidades mais afetadas, com

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.