13/04/2024

O aumento da dívida pública pode atuar como um obstáculo para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro.

Professor doutor de Economia da USP, Simão Silber acredita que a economia externa deverá contribuir para uma expansão menor do PIB brasileiro no ano que vem - (crédito: Nattanan Kanchanaprat/Pixabay)

Especialistas destacam que o crescimento desordenado de gastos é um risco a ser evitado.

Simão Silber, professor doutor de Economia na Universidade de São Paulo (USP), expressa a perspectiva de que a economia global terá uma contribuição reduzida para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro no próximo ano. Ele destaca que o crescimento global não deve atingir 2%, um valor significativamente abaixo da média de 3,8% dos últimos 20 anos. Silber ressalta a limitação do governo em impulsionar um crescimento mais robusto e expressa preocupação com o aumento da dívida como meio de estimular a economia, alertando para possíveis impactos negativos.

Ao abordar declarações recentes do presidente Lula, Silber destaca a importância do bom senso e da capacidade persuasiva do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, para evitar um crescimento desordenado dos gastos. Ele antecipa que 2024 pode não ser um ano positivo para a economia global devido a diversos fatores, incluindo os efeitos contínuos da pandemia de covid-19, a guerra no Leste Europeu e fatores macroeconômicos adversos.

Rodolfo Margato, economista da XP Investimentos, chama a atenção para fatores de preocupação em 2024, como as eleições municipais que podem influenciar o cenário político para 2026. Ele destaca a possibilidade de eleições acirradas e com viés expansionista, considerando o orçamento significativo destinado à corrida eleitoral.

Margato também menciona um ponto positivo para o próximo ano, indicando a possibilidade de os Estados Unidos iniciarem cortes nas taxas de juros, o que poderia beneficiar ativos de mercados emergentes, incluindo o Brasil. Ele destaca o impacto positivo da última decisão do Federal Reserve (Fed) na Bolsa de Valores de São Paulo (B3).

Luís Otávio de Souza Leal, economista-chefe da G5 Partners, destaca o risco fiscal interno em 2024, mesmo considerando as aprovações no Congresso. Ele menciona o limite de R$ 23 bilhões para o contingenciamento imposto pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) como um desafio a ser observado.

Fernando Honorato, economista-chefe do Bradesco, adota uma perspectiva moderadamente otimista para o crescimento econômico em 2024. Ele destaca a expectativa de melhora no ambiente internacional com potenciais cortes nas taxas de juros pelo Fed. Honorato enfatiza que o cenário interno dependerá do comportamento fiscal e da possibilidade de desvalorização da moeda, mas mantém a possibilidade de corte nas taxas de juros para até 9% em 2024, com a inflação em torno de 4%. Ele observa que, com o novo arcabouço fiscal, a dívida pública brasileira deve crescer menos do que a média dos países do G20.

Tribuna Livre, com informações da Agência Estado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Imposto de Renda: O governo expande a isenção para aqueles que recebem até dois salários
Imposto de Renda: O governo expande a isenção para aqueles que recebem até dois salários.
A receita proveniente dos super-ricos atingiu o montante de R$ 3,9 bilhões em dezembro
A receita proveniente dos super-ricos atingiu o montante de R$ 3,9 bilhões em dezembro.
A primeira reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) em 2024 provavelmente continuará com o ritmo de reduções da taxa Selic
A primeira reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) em 2024 provavelmente continuará com o ritmo de reduções da taxa Selic.
Lula reafirma isenção do Imposto de Renda em 2024 para indivíduos com renda até dois salários mínimos
Lula reafirma isenção do Imposto de Renda em 2024 para indivíduos com renda até dois salários mínimos.
O segmento da economia circular prospera por meio dos brechós, prevendo-se um crescimento entre 15% e 20% até 2030
O segmento da economia circular prospera por meio dos brechós, prevendo-se um crescimento entre 15% e 20% até 2030.
Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) atinge 3,71% e promove reajuste nas aposentadorias do INSS acima do salário mínimo
Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) atinge 3,71% e promove reajuste nas aposentadorias do INSS acima do salário mínimo.
1)
A Febraban anunciou o encerramento das operações via DOC a partir da próxima segunda-feira (15/1).
O Microempreendedor Individual (MEI) passa por um reajuste nos valores a partir deste ano; confira as alterações
O Microempreendedor Individual (MEI) passa por um reajuste nos valores a partir deste ano; confira as alterações.
Começa a vigorar o limite para os juros no crédito rotativo; compreenda as alterações
Começa a vigorar o limite para os juros no crédito rotativo; compreenda as alterações.
O consumo nos lares registrou um aumento de 1,83% em novembro, conforme indica a Abras
O consumo nos lares registrou um aumento de 1,83% em novembro, conforme indica a Abras.
O governo anunciou um aumento no salário mínimo para 2024; confira o novo montante
O governo anunciou um aumento no salário mínimo para 2024; confira o novo montante.
Os Restaurantes Comunitários distribuíram 9,9 milhões de refeições ao longo do ano de 2023
Os Restaurantes Comunitários distribuíram 9,9 milhões de refeições ao longo do ano de 2023.

Hospital de fauna silvestre atende 142 animais em dois meses

Hfaus é o primeiro hospital público com esse foco e oferece atendimento apenas aos órgãos públicos que trabalham na fiscalização e na captura de animais silvestres O Instituto Brasília Ambiental divulgou, nesta sexta-feira (12), o balanço dos 60 dias de atendimento do Hospital e Centro de Reabilitação da Fauna Silvestre

Leia mais...

Dengue: Tenda de acolhimento 24 horas é inaugurada no Gama

Espaço segue modelo de hospital de campanha. Neste sábado (13), outra unidade será inaugurada no Paranoá; ao todo, 11 estruturas semelhantes funcionam no Distrito Federal Mais uma tenda de acolhimento 24 horas para pacientes com suspeita de dengue foi inaugurada nesta sexta-feira (12), no Gama. A segunda estrutura para essa

Leia mais...

Ameaça de retaliação do Irã deixa Israel em alerta máximo

Estado judeu reforça defesa antiaérea e suspende descanso de soldados que combatem na Faixa de Gaza. Aiatolá Ali Khamenei promete punição por ataque ao consulado iraniano em Damasco. Ocidente pressiona Teerã a desistir de retaliar Israel estava em alerta máximo, na noite desta quinta-feira, após o Irã ameaçar uma retaliação

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.