21/06/2024

Para Lula, plano do PCC é mais uma “armação” de Sergio Moro

 

No entanto, em visita ao Complexo Naval de Itaguaí, no Rio
de Janeiro, o presidente disse nesta quinta (23/3) que não atacaria
“ninguém sem provas”


(crédito: Reprodução/YouTube@TV Brasil)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou,
nesta quinta-feira (23/3), que o plano do Primeiro Comando da Capital (PCC) de
assassinar, entre outras pessoas, o senador Sergio Moro (União Brasil-PR)
poderia ser mais uma “armação” do ex-juiz.

“Eu não vou falar porque acho que é mais uma armação do
Moro, mas eu quero ser cauteloso e vou descobrir o que aconteceu”, ironizou
Lula. “É visível que é uma armação do Moro, mas vou pesquisar e perguntar o
porquê da sentença. Até fiquei sabendo que a juíza não estava nem em atividade
quando deu o parecer para ele, mas isso a gente vai esperar”.

Lula criticou Moro durante uma visita ao Complexo Naval
de Itaguaí, no Rio de Janeiro, onde opera o programa de Desenvolvimento de
Submarinos da Marinha (ProSub). “Eu não vou ficar atacando ninguém sem ter
provas. Eu acho que é mais uma armação e, se for, ele vai ficar mais
desmascarado ainda e eu não sei o que ele vai fazer da vida se ele continuar
mentindo do jeito que está mentindo”, disse o presidente.

Segundo Lula, “Moro não é minha preocupação”

“Moro não é minha preocupação. A minha preocupação é 215
milhões de brasileiros que estão esperando que a gente possa melhorar a vida
deles. É isso que eu vou fazer. E quando eu venho fazer a visita no complexo
industrial de defesa, como esse aqui, isso é coisa de causar inveja em 99% dos
países do mundo”, destacou.

A Operação Sequaz, deflagrada na última quarta (22/3) e
que prendeu nove suspeitos de planejar ataques a autoridades, como Moro e o
promotor Lincoln Gakiya, foi determinada pela juíza Gabriela Hardt. Ela chegou
a substituir o próprio Moro durante a Operação Lava-Jato, quando ele pediu
exoneração do cargo em 2018 para assumir o Ministério da Justiça e Segurança
Pública na gestão de Jair Bolsonaro (PL).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Ministro Barroso afirma que a alternância de poder é uma parte essencial da vida.
Ministro Barroso afirma que a alternância de poder é uma parte essencial da vida.
Lula busca sintonia com Lira para tocar acordos
Lula busca sintonia com Lira para tocar acordos
Decisão do STF contra réus do 8/1 é criticada por dupla punição e deve ser alvo de recursos
Decisão do STF contra réus do 8/1 é criticada por dupla punição e deve ser alvo de recursos
TCU pede informações ao governo sobre ações de combate a fraudes em compras internacionais
TCU pede informações ao governo sobre ações de combate a fraudes em compras internacionais
MARCO TEMPORAL
Marco temporal: a histórica vitória dos indígenas no Supremo
DINO
Lula é alertado sobre uma consequência negativa de indicar Dino ao STF
LULA
Lira alerta que governo deve ter cuidados com "excessos" da PF
LULA
Presidente Lula participa de jantar com empresários em Nova York
CONGRESSO
Candidaturas de mulheres e negros sob ataque em propostas no Congresso
voo
Lula vai para Cuba e Estados Unidos, e passa Presidência a Alckmin
RODRIGO
Senado vai apresentar PEC para criminalizar porte de drogas
XANDE
8/1: Defesa de acusado diz que julgamento é político; Moraes rebate

Leilão de arroz: presidente da Comissão de Agricultura fala em fraude

Ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, prestou esclarecimentos à Comissão na Câmara sobre leilão para compra de arroz feito pelo governo O presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, deputado Evair Vieira de Melo (PP-ES), chamou o leilão de arroz realizado pelo governo federal de “esquema fraudulento”. O

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.