19/05/2024

STM: advogado pede prisão de Moraes por prevaricação e abuso de poder

 Esta é a segunda representação no STM
contra Alexandre de Moraes. Ex-juiz já havia pedido a prisão do presidente do
TSE


Fonte: Metróples

Por: Sandy Mendes-Mirelle Pinheiro-Carlos Carone

 

O advogado Arthur Hermógenes Sampaio Junior denunciou o
ministro do Supremo Tribunal Federal e presidente do Tribunal Superior
Eleitoral, Alexandre de Moraes, por prevaricação e abuso de poder. A ação foi
protocolada no âmbito do Supremo Tribunal Militar (STM).

No documento encaminhado à corte, Sampaio afirma que o
magistrado praticou “ativismo político” em favor de candidato á presidência da
República.

“Já há alguns meses vem reiteradamente praticando o
ativismo político judicial em favor de candidato a eleição à Presidência da
República de forma notória, desrespeitando a Constituição Federal de 1.988, bem
como praticando em tese a conduta tipificada no artigo 319 do CPB, crime de
prevaricação, bem como de abuso de autoridade”, diz um trecho da ação, que possui
109 páginas.

As denúncias serão relatadas pela ministra Maria
Elizabeth Rocha.

Ex-juiz pede prisão preventiva de Alexandre de Moraes no
STM

Apesar da corte militar ter a competência de julgar
militares, o crime de prevaricação citado por Arthur é um crime militar
impróprio, ou seja, está previsto tanto no Código Penal como no Código Penal
Militar. Prevaricação acontece quando funcionários públicos atuam de forma
ilegal de forma a atender interesses particulares.

É um crime que acontece contra a administração pública.
Para ser configurado, deve haver dolo na conduta, que será caracterizado pelo
interesse ou sentimento pessoal do agente público, quando ele deixa de realizar
ato de ofício, retarda tais atos ou comete atos contrários ao que diz a lei.

Matérias sobre Moraes

Para embasar sua ação, o advogado anexou diversas
matérias que concretizam o que ele considera “clara articulação” contra a
Constituição.

“Pode ser observado em várias notícias que circulam pela
mídia nacional e mídia sociais de clara articulação de membros do Supremo
Tribunal Federal que atacam e afrontam os princípios Constitucionais, inclusive
e em especial aos Direitos e Garantias individuais, o direito à livre expressão
da livre opinião e dezenas de demais atos que não encontram suporte nem a
competência do Supremo Tribunal Federal e muito menos na Constituição Federal”,
continua o documento.

Além disso, cita-se atuação de Alexandre de Moraes apenas
de um lado “da moeda”.

“Transformou a Corte Suprema do nosso país, com as vênias
devidas, em um palco teatral onde os personagens são atuantes a favor apenas de
um lado da “moeda”, ou seja, praticando claro ativismo politico e judicial a
favor do Partido do PT, do Sr. Luiz Inácio Lula da silva, como também do
senador da república, o senhor Randolfe Rodrigues, como será demonstrado nas
notícias que são veiculadas quase que diariamente em nossa mídia nacional e
mídia social, caracterizando os crimes de prevaricação, abuso de autoridade e
dentre outros o ativismo político, vedado aos membros do Poder Judiciário”,
completa.

Outras ações

Esta não é a primeira vez que o advogado Arthur
Hermógenes Sampaio Junior atua contra Moraes. Em outubro, o ministro Ricardo
Lewandowski, do STF, rejeitou uma notícia-crime apresentada pelo advogado
paulista contra o presidente do TSE.

Também é a segunda vez que ministro Alexandre de Moraes é
denunciado no STM. Na última quinta-feira (8/12), o ex-juiz Wilson Issao
Koressawa entrou com representação criminal e notícia-crime solicitando a
prisão preventiva do ministro.

Dentro do processo há duas petições que não estão
disponíveis para consulta. Koressawa foi juiz do Tribunal de Justiça do Amapá
e, atualmente, é promotor de Justiça aposentado do Ministério Público do
Distrito Federal e Territórios (MPDFT).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Ministro Barroso afirma que a alternância de poder é uma parte essencial da vida.
Ministro Barroso afirma que a alternância de poder é uma parte essencial da vida.
Lula busca sintonia com Lira para tocar acordos
Lula busca sintonia com Lira para tocar acordos
Decisão do STF contra réus do 8/1 é criticada por dupla punição e deve ser alvo de recursos
Decisão do STF contra réus do 8/1 é criticada por dupla punição e deve ser alvo de recursos
TCU pede informações ao governo sobre ações de combate a fraudes em compras internacionais
TCU pede informações ao governo sobre ações de combate a fraudes em compras internacionais
MARCO TEMPORAL
Marco temporal: a histórica vitória dos indígenas no Supremo
DINO
Lula é alertado sobre uma consequência negativa de indicar Dino ao STF
LULA
Lira alerta que governo deve ter cuidados com "excessos" da PF
LULA
Presidente Lula participa de jantar com empresários em Nova York
CONGRESSO
Candidaturas de mulheres e negros sob ataque em propostas no Congresso
voo
Lula vai para Cuba e Estados Unidos, e passa Presidência a Alckmin
RODRIGO
Senado vai apresentar PEC para criminalizar porte de drogas
XANDE
8/1: Defesa de acusado diz que julgamento é político; Moraes rebate

Milhares de fieis prestigiam Festa do Divino, em Planaltina

Segunda maior celebração religiosa da região recebeu mais de R$ 1,2 milhão de investimento do GDF; festejos continuam neste domingo (19) Símbolo da fé brasiliense, a Festa do Divino Espírito Santo, em Planaltina, reuniu milhares de devotos neste sábado (18). O festejo começou logo cedo com a tradicional cavalgada –

Leia mais...

Escola Técnica de Santa Maria forma 169 alunos da primeira turma.

A deputada distrital Jaqueline Silva, emocionada, manifestou grande satisfação por mais essa conquista para a cidade. A deputada Jaqueline Silva declarou com emoção: “Não há palavras para expressar a minha satisfação em ver essa grande conquista beneficiando tantas pessoas.” Ela se referia à formatura de 169 alunos das primeiras turmas

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.