16/06/2024

Vladimir Putin, Grupo Wagner e armas nucleares: o que aconteceu na Rússia?

Em 24 horas, país viveu caos e conflito interno com aliados

Desde a noite da sexta-feira 23, muito se perguntou sobre o que aconteceu na Rússia. Em 24 horas, uma rebelião de um ajuntamento fortemente armado ameaçou a autoridade do presidente Vladimir Putin, forçando-o a aceitar um acordo de cessar-fogo com o Grupo Wagner, mediado pelo ditador de Belarus, Aleksandr Lukashenko.

Como tudo aconteceu na Rússia?

Em 10 de junho, o Ministério da Defesa da Rússia emitiu uma ordem obrigando todos os grupos mercenários que lutam no conflito contra a Ucrânia a assinar contratos formais com o governo. O líder do Grupo Wagner, Yevgeny Prigozhin, um dos ajuntamentos aliados de Putin, viu a medida como abusiva. Dessa forma, Prigozhin se recusou e pediu a imediata demissão do ministro Sergei Shoigu, o que não ocorreu.

Dias depois, Prigozhin acusou Shoigu de comandar ataques a acampamentos controlados pelo Wagner. A partir de aí, o mercenário rompeu com Putin.

O “contra-ataque”, porém, só veio no fim da semana passada. Prigozhin iniciou uma ofensiva e tomou a cidade de Rostov-do-Don, importante para a Rússia na invasão da Ucrânia. O rebelde se apossou de instalações russas e garantiu ter abatido um helicóptero russo. Naquele dia, Moscou reforçou a segurança, sobretudo no Kremlin, onde funciona a sede do Poder Executivo, e Putin falou em “golpe”.

No dia seguinte, sábado 24, o Wagner mobilizou um comboio para atacar a capital, mas militares russos frustraram a tentativa, ao bombardearem os paramilitares do Wagner na M-4, rodovia que liga Rostov-do-Don a Moscou.

Sumiço de Putin

Durante o clima de tensão na Rússia, o avião de Putin deixou Moscou a caminho de São Petersburgo. Mais de 50 mil pessoas acompanhavam o trajeto da aeronave presidencial, por meio de um radar on-line, no momento em que a aeronave “sumiu”. Em nota, o governo negou uma suposta fuga de Putin e disse que ele está “trabalhando” em Moscou, tampouco que Putin deixara a capital.

Ogivas nucleares

Em meio a tudo o que aconteceu na Rússia, o Wagner atacou a cidade de Voronej, polo industrial de produção e de armazenamento de ogivas nucleares para o Kremlin. Não se sabe se o Wagner conseguiu danificar instalações com o armamento.

Lukashenko

Na noite de ontem, o Wagner suspendeu os ataques à Rússia, depois de o ditador de Belarus, Alexander Lukashenko, entrar em cena para mediar um acordo de cessar-fogo.

Segundo Belarus, Prigozhin concordou em recuar, por ora, inclusive com caças a caminho de Moscou, de modo a também evitar “um banho de sangue”. Vídeos divulgados nas redes sociais mostraram imagens do conflito.

O acordo prevê a mudança de Prigozhin para Belarus e o fim de um processo criminal aberto contra ele e os membros do Wagner.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin | Foto: Divulgação/Kremlin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Líder da máfia italiana, Matteo Denaro morre aos 61 anos
Líder da máfia italiana, Matteo Denaro morre aos 61 anos
Joe Biden;  Estados Unidos
Os Estados Unidos reconhecem as Ilhas Cook e Niue como nações independentes
ESP
As imagens falsas de crianças nuas geradas por Inteligência Artificial que chocaram cidade da Espanha
Xenotransprante: Médicos americanos realizam 2º transplante de coração de porco em humanos
Xenotransprante: Médicos americanos realizam 2º transplante de coração de porco em humanos
Crianças roubam carro da mãe após perderem acesso a dispositivos eletrônicos nos EUA
Crianças roubam carro da mãe após perderem acesso a dispositivos eletrônicos nos EUA
Greve dos roteiristas
Sindicato negocia ‘acordo final’ pelo fim da greve dos roteiristas em Hollywood
M1
Homem com doença terminal cardíaca recebe transplante de coração de porco
Agentes armados em região separatista
Separatistas de Nagorno-Karabakh entregam armas ao Azerbaijão e negociam retirada de tropas
CHILE
Golpe no Chile: Resolução de congressistas dos EUA pede desculpas
CAÇA
Militares dos EUA localizam caça que 'se camuflou' após piloto ejetar
EXTERIOR
Irã e EUA trocam prisioneiros após liberação de fundos iranianos
NO FUNDO DO MAR
O homem que sobreviveu por 60 horas em um barco afundado no fundo do mar

Justiça expede mandado de prisão contra Maurício Sampaio

Defesa prepara um novo habeas corpus O Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) expediu na tarde desta sexta-feira (14), os mandados de prisão de Maurício Sampaio e policial militar reformado Ademá Figueiredo, condenados pelo assassinato do radialista Valério Luiz de Oliveira em 2012. O despacho foi assinado pelo juiz Lourival

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.