16/06/2024

Solidariedade expulsa prefeito que sugeriu castrar mulheres no RJ

A decisão do partido Solidariedade ocorreu após quatro dias do caso na cidade de Barra do Piraí, no Rio de Janeiro

O prefeito da cidade de Barra do Piraí, no Rio de Janeiro, Mário Esteves, acabou expulso do partido Solidariedade neste domingo (17/9), após sugerir que as mulheres da cidade sejam castradas para controlar o número de crianças da cidade, na quinta-feira (14/9).

O anúncio da desfiliação foi feito neste domingo pela direção estadual da legenda. Na nota, o partido alegou que a decisão foi unânime, pois o prefeito se mostrou misógino (ódio, desprezo e/ou preconceito destinado a mulheres, que pode se manifestar de várias formas) e “demonstrou total desrespeito às mulheres”.

O Solidariedade ainda destacou que não tolera discursos e ações de qualquer tipo de discriminação.

Confira a íntegra da nota do Solidariedade:

“A Direção Estadual do partido Solidariedade Rio de Janeiro decidiu, por unanimidade, expulsar o prefeito de Barra do Piraí, Mário Esteves, por sua fala misógina, demostrando total desrespeito às mulheres. O Solidariedade não tolera discursos, ações e demonstrações de qualquer tipo de preconceito”.

Esse é o segundo caso em uma semana de expulsão dentro do Solidariedade. Na quinta-feira (14/9), o advogado Hery Kattwinkel Júnior foi expulso do partido, após fazer a defesa do réu Thiago de Assis Mathar, envolvido nos ataques antidemocráticos de 8 de janeiro e que estava sendo julgado no Supremo Tribunal Federal (STF).

O partido considera que o advogado protagonizou uma cena “grotesca”, atacando ministros do STF durante o julgamento, e não se limitando ao cumprimento de funções esperadas de um advogado. Além disso, pontuou que o profissional endossou discurso de ódio, contendo fake news.

Entenda o caso

Durante a inauguração de uma estrada na cidade, o prefeito Mário Esteves comentou a abertura de creches no município. Ele avaliou que a cidade tem “criança demais” e sugeriu a castração de meninas.

“O que não falta em Barra do Piraí é criança. Tem que começar a castrar essas meninas. Controlar essa população, é muito filho, cara. É no máximo dois”, afirmou o prefeito de Barra do Piraí.

O caso repercutiu negativamente nas redes sociais.

Em uma publicação no Facebook, usuários afirmaram que a fala de Mário é “criminosa, misógina e machista”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Copa do Brasil: ministérios fazem ação conjunta contra racismo no futebol
Copa do Brasil: ministérios fazem ação conjunta contra racismo no futebol
VACINA
Dengue: Butantan desenvolve vacina em dose única
MARCO TEMPORAL
Com 5 a 2 contra o Marco Temporal, STF retoma análise do tema na 5ª
MORAES
Moraes manda soltar 4 presos por suspeita de fraude em cartões
BAHIA
Sobe para 9 número de suspeitos mortos em operação policial na Bahia
rio
Prefeito de cidade no RJ sugere castrar mulheres para controlar nascimentos
BRASIL
Ministério cria GT para frear violência contra indígenas no Amazonas
LULA
Lula anuncia que prefeituras vão receber, no mínimo, repasses de 2022
NUNES
Nunes Marques vota para condenar réu do 8 de janeiro a 2 anos e seis meses de prisão
LULU
Lula dá posse a novos ministros em cerimônia fechada no Planalto
RS
Sobe para 47 número de mortos pelas chuvas no Rio Grande do Sul
RS
Rio Grande do Sul tem sete rodovias bloqueadas após os temporais

Justiça expede mandado de prisão contra Maurício Sampaio

Defesa prepara um novo habeas corpus O Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) expediu na tarde desta sexta-feira (14), os mandados de prisão de Maurício Sampaio e policial militar reformado Ademá Figueiredo, condenados pelo assassinato do radialista Valério Luiz de Oliveira em 2012. O despacho foi assinado pelo juiz Lourival

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.