23/06/2024

Mauro Cid diz à PF que não acreditava em golpe de estado

Ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro (PL) prestou depoimento por quatro horas, na sexta-feira (30/6)

O ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro (PL), tenente-coronel Mauro Cid, quebrou o silêncio em um novo depoimento à Polícia Federal (PF) na sexta-feira (30/6).

Apesar de ter falado com os investigadores, o militar afirmou que não acreditava em um golpe de estado, mesmo com as mensagens e documentos encontrados em seu celular indicando o contrário. A informação é dos jornalistas Márcio Falcão e Isabela Camargo, para a TV Globo.

Enquanto Bolsonaro tinha o destino político decidido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que declarou sua inelegibilidade por oito anos, o braço direito do ex-presidente prestou depoimento por quatro horas.

As respostas serão enviadas pela PF ao Supremo Tribunal Federal (STF), mas os advogados só vão se manifestar nos autos do processo sigiloso.

A PF avalia que a atuação de Cid foi, possivelmente, um elemento que contribuiu para os atos de vandalismo nas sedes dos Três Poderes. No celular do militar já foram encontrados documentos para a declaração de um estado de sítio e Garantia da Lei e da Ordem (GLO). Ele também conversava com outros militares sobre a possibilidade de um golpe.

Mauro Cid também tem depoimento marcado para a próxima terça-feira (4/7) na CPMI do 8 de janeiro, na Câmara dos Deputados. 

O investigado tem o direito de ficar em silêncio garantido pela ministra do STF, Cármen Lúcia.

Cid quebrou o silêncio que vinha sendo adotado em outros depoimentos à PF

(foto: EVARISTO SA / AFP)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Copa do Brasil: ministérios fazem ação conjunta contra racismo no futebol
Copa do Brasil: ministérios fazem ação conjunta contra racismo no futebol
VACINA
Dengue: Butantan desenvolve vacina em dose única
MARCO TEMPORAL
Com 5 a 2 contra o Marco Temporal, STF retoma análise do tema na 5ª
MORAES
Moraes manda soltar 4 presos por suspeita de fraude em cartões
BAHIA
Sobe para 9 número de suspeitos mortos em operação policial na Bahia
PREFEITO CASTRADOR
Solidariedade expulsa prefeito que sugeriu castrar mulheres no RJ
rio
Prefeito de cidade no RJ sugere castrar mulheres para controlar nascimentos
BRASIL
Ministério cria GT para frear violência contra indígenas no Amazonas
LULA
Lula anuncia que prefeituras vão receber, no mínimo, repasses de 2022
NUNES
Nunes Marques vota para condenar réu do 8 de janeiro a 2 anos e seis meses de prisão
LULU
Lula dá posse a novos ministros em cerimônia fechada no Planalto
RS
Sobe para 47 número de mortos pelas chuvas no Rio Grande do Sul

STF retoma julgamento sobre atendimento de pessoas trans no SUS

Sessão virtual começou hoje e vai até 28 de junho. O Supremo Tribunal Federal (STF) (foto) retomou nesta sexta-feira (21), em Brasília, a discussão sobre o atendimento de pessoas transexuais no Sistema Único de Saúde (SUS).  A Corte julga em plenário virtual a liminar proferida em 2021 pelo ministro Gilmar

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.