22/04/2024

Operação da Polícia Civil prende nove suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas dentro de condomínios

Foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão, além de cinco ordens de prisão. As ações aconteceram nas Arses 131 e 132 e no Jardim Aureny III, em Palmas.

Nove pessoas foram presas em Palmas na manhã desta terça-feira (13) durante uma operação da Polícia Civil contra o tráfico de drogas. Os suspeitos também têm ligação com organizações criminosas e atuavam dentro de condomínios residenciais. A ação foi chamada de Broken Windows, que significa janelas quebradas.

A polícia informou que foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão, além de cinco ordens de prisão. As ações aconteceram nas Arses 131 e 132 e no Jardim Aureny III.

Durante a operação foram encontradas armas de fogo, maconha, crack e cocaína. Quatro suspeitos foram presos em flagrante e outras duas pessoas ainda estão sendo procuradas. Os nomes não foram divulgados e o g1 não conseguiu contato com a defesa deles.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) afirmou que o objetivo da operação faz parte de um esforço para “restabelecer a ordem e a paz na cidade”, tirando de circulação pessoas associadas ao tráfico de drogas.

Em 2023, a capital teve 83 homicídios até esta segunda-feira (12). O aumento é de mais de 220% em comparação com o mesmo período do ano passado. Para as forças de segurança, esses números estão diretamente ligados ao tráfico de drogas e organizações criminosas.

Segundo a SSP, a Polícia Civil identificou traficantes que exercem posição de domínio em condomínios e conjuntos habitacionais, onde o tráfico de drogas tem acontecido a portas abertas. Os criminosos também faziam uso de arma fogo e ameaçavam a comunidade local.

“Os traficantes fazem uma espécie de ‘poder paralelo’ ao do Estado nessas áreas. Eles têm tentado, inclusive, criar um ‘tribunal do crime’, em que eles mesmos decidem penalidades contra moradores para caso descumpram as ordens deles”, explicou o delegado Thyago Bustorff.

Os presos serão ouvidos pela Polícia Civil e encaminhados à Unidade Penal Regional de Palmas, onde permanecerão à disposição da Justiça.

O nome da operação faz referência à uma teoria desenvolvida nos Estados Unidos há cerca de 40 anos, segundo a qual uma janela quebrada em um prédio, se não for reparada rapidamente, acaba incentivando que outras pessoas passem pelo local e quebrem as demais janelas.

A ação contou com apoio de diversas unidades da Polícia Civil de Palmas e do interior, além de equipes da Polícia Militar e da Guarda Metropolitana.

Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Suspeitos foram presos pela Polícia Civil

— Foto: Luiz de Castro/Governo do Tocantins

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Copa do Brasil: ministérios fazem ação conjunta contra racismo no futebol
Copa do Brasil: ministérios fazem ação conjunta contra racismo no futebol
VACINA
Dengue: Butantan desenvolve vacina em dose única
MARCO TEMPORAL
Com 5 a 2 contra o Marco Temporal, STF retoma análise do tema na 5ª
MORAES
Moraes manda soltar 4 presos por suspeita de fraude em cartões
BAHIA
Sobe para 9 número de suspeitos mortos em operação policial na Bahia
PREFEITO CASTRADOR
Solidariedade expulsa prefeito que sugeriu castrar mulheres no RJ
rio
Prefeito de cidade no RJ sugere castrar mulheres para controlar nascimentos
BRASIL
Ministério cria GT para frear violência contra indígenas no Amazonas
LULA
Lula anuncia que prefeituras vão receber, no mínimo, repasses de 2022
NUNES
Nunes Marques vota para condenar réu do 8 de janeiro a 2 anos e seis meses de prisão
LULU
Lula dá posse a novos ministros em cerimônia fechada no Planalto
RS
Sobe para 47 número de mortos pelas chuvas no Rio Grande do Sul

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.