24/07/2024

Governo pode criar nova taxa para uso de internet no Brasil

O Governo Federal estuda a criação de uma taxa de uso da internet que financiaria a criação e manutenção de uma agência de cibersegurança. Os usuários poderão ter que pagar um imposto parecido com as taxas do lixo e de iluminação pública.

A informação foi divulgada nesta quinta-feira (13) pela Folha de São Paulo. Segundo o veículo, a ideia foi proposta pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e já está em debate no Executivo e Legislativo.

“Esta política já vem sendo estudada há algum tempo. Estamos, logicamente, refinando. Esperamos que, neste ano, ainda seja apresentado ao Congresso”, afirmou o general Marco Antônio Amaro dos Santos, ministro do GSI, para a Folha.

A proposta do GSI pretende criar a Agência Nacional de Cibersegurança (ANCiber), que seria uma autarquia (instituição independente) mais ou menos igual ao Banco Central (BC). O governo prevê que a ANCiber tenha 81 servidores no primeiro ano, chegando a 800 servidores depois de cinco anos.

O general explicou que como o projeto de lei irá gerar despesas para os cofres públicos, quem propõe a ideia precisa indicar uma fonte para cobrir os novos gastos. Por causa disso, a taxa para os usuários de internet é vista como uma possibilidade de fonte de receita.

Uma versão inicial do texto já foi apresentada aos ministérios da Justiça, Fazenda, Planejamento, Ciência e Tecnologia e Gestão. A redação também será enviada para a Casa Civil do governo e depois ao presidente Lula (PT).

Entenda a nova taxa

O texto atual prevê a criação da taxa de cibersegurança (que será chamada de TCiber), em que os contribuintes (pessoas físicas e jurídicas, sem distinção) terão um acréscimo de 1,5% em cima do valor que eles pagam para ter internet.

Por exemplo, se uma pessoa paga R$ 90 em sua conta de internet, sua TCiber será de R$ 1,35. Um usuário que tem um pacote que custa R$ 150, poderá ser cobrado em uma taxa de R$ 2,25.

Nos cálculos iniciais, o imposto pode render anualmente quase R$ 582 milhões aos cofres públicos, valor que seria o suficiente para manter a agência de cibersegurança. O GSI chegou a essa conta levantando que atualmente há cerca de 157 milhões de pessoas que pagam por internet e que elas gastam em média R$ 25 por mês.

E além da TCiber, o governo federal planeja cobrar uma outra taxa de 10% sobre o registro de domínios. Ou seja, quem quiser comprar ou renovar o registro de um site será cobrado a mais. Com mais essa cobrança, são esperados mais R$ 12,6 milhões de arrecadação.

“Infelizmente, tudo que o governo faz, o cidadão tem que pagar. Nesse caso, a nossa percepção é de que nós estamos cobrando relativamente pouco por um serviço relevante para os usuários da internet”, afirmou Marcelo Malagutti, assessor especial do GSI, para a Folha de SP.

Brasil alvo dos cibercriminosos

Nos últimos anos, instituições públicas brasileiras estiveram dentre os principais alvos de cibercriminosos. Um dos casos mais sérios aconteceu com o Superior Tribunal de Justiça (STJ), que em 2020 teve seus sistemas criptografados pelos hackers.

O Ministério da Saúde, Governo Federal, governos estaduais do Ceará e Distrito Federal, prefeitura do Rio de Janeiro e diversos outros órgãos foram afetados por ações cibernéticas.

E como se não bastassem os ataques direcionados, o país também tem visto graves falhas de segurança que acarretam vazamentos de dados. O caso mais sério foi registrado no começo de 2021, quando a PSafe, empresa de cibersegurança, verificou que informações de 223 milhões de brasileiros estavam circulando pela internet.

O governo federal sabe que a nova taxa deverá ser impopular não somente entre os contribuintes, mas também entre entidades como a Federação das Indústrias do Estados de São Paulo (Fiesp). Por causa disso, a ideia é falar sobre o quão sensível e importante é o tema no país.

“Ninguém em sã consciência pode ser contra a cibersegurança, contra uma iniciativa que visa a dar segurança no ambiente digital para todo o cidadão e para toda empresa”, disse o secretário de Segurança da Informação e Cibernética do GSI, brigadeiro Luiz Fernando Moraes da Silva.

O general explicou que como o projeto de lei irá gerar despesas para os cofres públicos, quem propõe a ideia precisa indicar uma fonte para cobrir os novos gastos. Por causa disso, a taxa para os usuários de internet é vista como uma possibilidade de fonte de receita.

Foto: REPRODUÇÃO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Copa do Brasil: ministérios fazem ação conjunta contra racismo no futebol
Copa do Brasil: ministérios fazem ação conjunta contra racismo no futebol
VACINA
Dengue: Butantan desenvolve vacina em dose única
MARCO TEMPORAL
Com 5 a 2 contra o Marco Temporal, STF retoma análise do tema na 5ª
MORAES
Moraes manda soltar 4 presos por suspeita de fraude em cartões
BAHIA
Sobe para 9 número de suspeitos mortos em operação policial na Bahia
PREFEITO CASTRADOR
Solidariedade expulsa prefeito que sugeriu castrar mulheres no RJ
rio
Prefeito de cidade no RJ sugere castrar mulheres para controlar nascimentos
BRASIL
Ministério cria GT para frear violência contra indígenas no Amazonas
LULA
Lula anuncia que prefeituras vão receber, no mínimo, repasses de 2022
NUNES
Nunes Marques vota para condenar réu do 8 de janeiro a 2 anos e seis meses de prisão
LULU
Lula dá posse a novos ministros em cerimônia fechada no Planalto
RS
Sobe para 47 número de mortos pelas chuvas no Rio Grande do Sul

Beyoncé autoriza uso de música pela campanha de Kamala

Pré-candidata Democrata entrou ao som de “Freedom” na primeira visita oficial à sede da campanha, na segunda (22/7) A cantora Beyoncé autorizou o uso da música Freedom na campanha da atual vice-presidente Kamala Harris à Casa Branca. Na segunda-feira (22/7), a pré-candidata fez a primeira visita oficial à sede da

Leia mais...

Deputado Pedro Paulo deixa chapa de Eduardo Paes no Rio

Um vídeo íntimo, segundo portal, teria motivado a saída da campanha O deputado federal Pedro Paulo (PSD-RJ) pediu para deixar a campanha de reeleição do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD). Os dois se reuniram na segunda-feira (22/7), pela manhã, para tratar do assunto. Paes foi referendado pelo

Leia mais...

Prouni do 2º semestre: inscrições começaram nesta terça

Ao todo, o Prouni oferecerá 243.850 bolsas — sendo 170.319 integrais (100%) e 73.531 parciais (50%) As inscrições para o Programa Universidade Para Todos (Prouni) do 2º semestre começaram nesta terça-feira (23/7) e vão até sexta-feira (26/7). Para se inscrever, os candidatos devem ter realizado o Exame Nacional do Ensino

Leia mais...

BNDES lança concurso para analista; salário chega a R$ 20,9 mil

O cargo exige ensino superior. Do total das vagas, 150 são para contratação imediata e 750 para formação de cadastro reserva O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) publicou nesta segunda-feira (22/7) o edital de abertura do concurso público para provimento de vagas e formação de cadastro reserva

Leia mais...

Acordo prevê despoluição total do Rio Vermelho, na cidade de Goiás

Documento teve assinatura durante a transferência da capital O governador Ronaldo Caiado (União Brasil) aproveitou a ocasião de transferência da capital do Estado para a cidade de Goiás, ocorrida na segunda-feira (22), para anunciar um acordo pela despoluição completa do Rio Vermelho, no município. “Essa ação tem um investimento forte,

Leia mais...

PCDF recebe mais de R$ 1 milhão para aquisição de novas viaturas

Nove carros serão adquiridos para as unidades do Departamento de Polícia Especializada (DPE/PCDF) A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) recebeu transferência de recursos no valor total de R$ 1.000.698,30, destinados exclusivamente à aquisição de viaturas para a instituição. A partir do convênio 918.019/2021, celebrado com o Ministério da Justiça

Leia mais...

Caesb moderniza reservatório do Paranoá

Abastecimento de água foi interrompido para substituição de válvulas desgastadas, mas o fornecimento volta ao normal ainda nesta terça (23) A partir das 15h desta terça-feira (23), volta a ser normalizado o fornecimento de água para 165 mil moradores do Paranoá, Itapoã e MI do Lago Norte, interrompido às 7h

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.