20/07/2024

Ministra do Turismo resiste a pedir demissão

Ministra do do Turismo, Daniela Carneiro, resiste a pedir demissão do cargo, como desejam integrantes do Palácio do Planalto

Apesar da pressão do Palácio do Planalto, a ministra do Turismo, Daniela Carneiro, resiste a pedir demissão para abrir caminho à nomeação do deputado federal Celso Sabino (União Brasil-PA) na pasta.

Daniela e seu marido, o prefeito de Belford Roxo (RJ), o Waguinho, têm dito a aliados não verem motivo para ela pedir exoneração. O argumento é de que o cargo é do presidente Lula, a quem cabe tomar a iniciativa de demitir.

Como a coluna antecipou na quinta-feira (15/5), o Planalto avalia que um pedido de demissão de Daniela seria parte da “saída honrosa” que Lula quer dar para a ministra. Além disso, pouparia o presidente de mais desgastes.

Ministros palacianos, no entanto, minimizam a resistência de Daniela em pedir para sair. “Normal ela dizer isso agora. Vamos trabalhar para isso”, afirmou à columa um ministro palaciano.

Jogo aberto

Em reunião na terça-feira (13/6), Lula disse diretamente para Daniela que a bancada do União Brasil na Câmara reivindica o cargo dela para dar para o deputado Celso Sabino.

Embora ainda seja filiada, a ministra e seu grupo político romperam com a cúpula da sigla. Deputada licenciada, Daniela já, inclusive, pediu ao TSE para se desfiliar do partido.

Compensação

Nos últimos dias, Waguinho vem negociando com o Palácio do Planalto uma série de cargos no segundo escalão do governo para compensar a demissão da esposa.

O foco do prefeito são cargos em órgãos federais no Rio de Janeiro, reduto político do prefeito. Ele também reivindica liberação de recursos para Belford Roxo.

Em reunião na terça-feira (13/6), Lula disse diretamente para Daniela que a bancada do União Brasil na Câmara reivindica o cargo dela para dar para o deputado Celso Sabino.

Agência Câmara

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Copa do Brasil: ministérios fazem ação conjunta contra racismo no futebol
Copa do Brasil: ministérios fazem ação conjunta contra racismo no futebol
VACINA
Dengue: Butantan desenvolve vacina em dose única
MARCO TEMPORAL
Com 5 a 2 contra o Marco Temporal, STF retoma análise do tema na 5ª
MORAES
Moraes manda soltar 4 presos por suspeita de fraude em cartões
BAHIA
Sobe para 9 número de suspeitos mortos em operação policial na Bahia
PREFEITO CASTRADOR
Solidariedade expulsa prefeito que sugeriu castrar mulheres no RJ
rio
Prefeito de cidade no RJ sugere castrar mulheres para controlar nascimentos
BRASIL
Ministério cria GT para frear violência contra indígenas no Amazonas
LULA
Lula anuncia que prefeituras vão receber, no mínimo, repasses de 2022
NUNES
Nunes Marques vota para condenar réu do 8 de janeiro a 2 anos e seis meses de prisão
LULU
Lula dá posse a novos ministros em cerimônia fechada no Planalto
RS
Sobe para 47 número de mortos pelas chuvas no Rio Grande do Sul

Incêndio no sudeste da França deixa sete mortos

Entre as vítimas estão três crianças. A Polícia abriu investigação para apurar como as chamas começaram Sete pessoas morreram durante a noite em um incêndio, aparentemente de origem criminosa, em um edifício de Nice, anunciou o promotor da cidade do sudeste da França, Damien Martinelli. “Com base nos primeiros indícios,

Leia mais...

Bolsonaro diz que Ramagem “está pagando preço alto” pela coragem 

Ex-presidente subiu em trio para apoiar pré-candidatura de Ramagem à Prefeitura do Rio de Janeiro. Eles são alvo de investigação sobre espionagem ilegal na Abin durante o governo bolsonarista  O ex-presidente Jair Bolsonaro exaltou o deputado federal Alexandre Ramagem (PL-RJ), ex-diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), nesta quinta-feira (18/7),

Leia mais...

Comitiva do governo federal vai até regiões de conflitos indígenas no MS

Indígenas relataram que foram cercados por caminhonetes e atacados com disparos de armas de fogo Integrantes da comitiva enviada pelo governo federal na terça-feira (17/7), acompanhados por representantes do governo do Mato Grosso do Sul, visitaram duas localidades para mediar conflitos fundiários nesta quinta-feira. Indígenas visitados disseram que foram atacados

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.