20/07/2024

Lula diz que guerra na Ucrânia “foi provocada pela Rússia”

Anteriormente, o presidente do Brasil já havia dito que o confronto militar na Europa foi uma decisão de Rússia e Ucrânia

Em discurso, o chefe do Executivo falou sobre a guerra na Ucrânia e culpou a Rússia pelo conflito. O posicionamento, mais enfático, foi diferente dos feitos anteriormente pelo presidente, que durante viagem aos Emirados Árabes, em abril, afirmou que “a decisão da guerra foi tomada pelos dois países”.

Lula destacou que o dinheiro investido na confronto seria melhor usado para garantir paz e qualidade de vida. “Não é possível a gente conviver com desigualdade, não é possível a gente não consertar o planeta Terra. Estamos vendo a guerra da Ucrânia com a Rússia, provocado pela Rússia, mas o dinheiro que eles têm para gastar em guerra seria muito mais útil se fosse utilizado para gastar na paz, garantindo emprego, salário, garantindo melhoria da qualidade de vida”, apontou, nesta sexta.

Emocionado, o petista voltou a pregar sobre igualdade e disse que não há justificativa para a fome no Brasil e para casos de violência contra a mulher.  “A gente não fez opção de ser pobre. Ninguém gosta de ser pobre, comer mal, se vestir mal, ganhar mal, a gente quer viver bem, dignamente. É esse país que a gente vai construir. Não tem explicação, esse país ser o terceiro produtor de alimento no planeta Terra, maior produtor de proteína do planeta. O que justifica a fome? O que justifica as pessoas dormirem nas ruas? O que justifica a violência que estamos vendo todo santo dia? A violência contra a mulher. Quanto mais lei a gente cria, mais os homens viram mais violentos e machistas e as mulheres sofrem mais”.

Para Lula, é preciso falar em amor e solidariedade. “Qual a razão disso? A razão disso é que precisamos falar mais em amor, solidariedade, fraternidade. A gente precisa aprender a olhar com mais carinho um para o outro. O ser humano é quase 90% de química. A gente tem que se olhar, se reconhecer, abraçar para que a gente possa construir o mundo que precisamos construir. Chega de violência, miséria, fome desespero. Esse país precisa mudar. Eu voltei junto com vocês para mudar esse país e transformar numa grande nação”, concluiu.

Ampliação

O Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), teve a estrutura física ampliada em 70%, chegando a um total de 230 mil m². O valor total investido na expansão foi de R$ 555,5 milhões, com recursos exclusivos do Ministério da Educação (MEC), que priorizou a verba no Plano Plurianual – em 2011 e 2012 –, na gestão presidencial de Dilma Rousseff.

A conclusão da obra ocorreu no fim de 2019, mas o planejamento de ocupação foi postergado para que a estrutura fosse utilizada emergencialmente no enfrentamento da pandemia de covid-19, consolidando o HCPA como o maior centro de referência no tratamento de alta complexidade da doença no Rio Grande do Sul.

Pela manhã, Lula esteve na cerimônia de entrega de 446 residências do programa Minha Casa, Minha Vida, em Viamão, no Rio Grande do Sul. Na ocasião, o chefe do Executivo não comentou a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que, por 5 votos a 2, tornou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) inelegível por oito anos. No entanto, o petista voltou a criticar Bolsonaro, afirmando que o ex-presidente não fez entregas de obras e se empenhou em mentiras durante o mandato.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participou, na tarde desta sexta-feira (30/6), da solenidade de inauguração dos novos blocos do Hospital de Clínicas de Porto Alegre

(crédito: Reprodução / TV Brasil)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7R contabilidade e assessoria empresarial Santa Maria Brasilia DF
Leia também
Copa do Brasil: ministérios fazem ação conjunta contra racismo no futebol
Copa do Brasil: ministérios fazem ação conjunta contra racismo no futebol
VACINA
Dengue: Butantan desenvolve vacina em dose única
MARCO TEMPORAL
Com 5 a 2 contra o Marco Temporal, STF retoma análise do tema na 5ª
MORAES
Moraes manda soltar 4 presos por suspeita de fraude em cartões
BAHIA
Sobe para 9 número de suspeitos mortos em operação policial na Bahia
PREFEITO CASTRADOR
Solidariedade expulsa prefeito que sugeriu castrar mulheres no RJ
rio
Prefeito de cidade no RJ sugere castrar mulheres para controlar nascimentos
BRASIL
Ministério cria GT para frear violência contra indígenas no Amazonas
LULA
Lula anuncia que prefeituras vão receber, no mínimo, repasses de 2022
NUNES
Nunes Marques vota para condenar réu do 8 de janeiro a 2 anos e seis meses de prisão
LULU
Lula dá posse a novos ministros em cerimônia fechada no Planalto
RS
Sobe para 47 número de mortos pelas chuvas no Rio Grande do Sul

Incêndio no sudeste da França deixa sete mortos

Entre as vítimas estão três crianças. A Polícia abriu investigação para apurar como as chamas começaram Sete pessoas morreram durante a noite em um incêndio, aparentemente de origem criminosa, em um edifício de Nice, anunciou o promotor da cidade do sudeste da França, Damien Martinelli. “Com base nos primeiros indícios,

Leia mais...

Bolsonaro diz que Ramagem “está pagando preço alto” pela coragem 

Ex-presidente subiu em trio para apoiar pré-candidatura de Ramagem à Prefeitura do Rio de Janeiro. Eles são alvo de investigação sobre espionagem ilegal na Abin durante o governo bolsonarista  O ex-presidente Jair Bolsonaro exaltou o deputado federal Alexandre Ramagem (PL-RJ), ex-diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), nesta quinta-feira (18/7),

Leia mais...

Comitiva do governo federal vai até regiões de conflitos indígenas no MS

Indígenas relataram que foram cercados por caminhonetes e atacados com disparos de armas de fogo Integrantes da comitiva enviada pelo governo federal na terça-feira (17/7), acompanhados por representantes do governo do Mato Grosso do Sul, visitaram duas localidades para mediar conflitos fundiários nesta quinta-feira. Indígenas visitados disseram que foram atacados

Leia mais...

A sua privacidade é importante para o Tribuna Livre Brasil. Nossa política de privacidade visa garantir a transparência e segurança no tratamento de seus dados pessoais.